Apneia 25.09.2018

Apneia - Paula Huven
Paula Huven, Ap­neia

Sentou-se com um ar can­sado e ficou a olhar para a rua. Então, pá? Estás cá com um can­saço…”, disse-lhe. Ele apagou o ci­garro e ex­pirou len­ta­mente o fumo que lhe so­brava nos pul­mões, olhando-me com um meio sor­riso. Voltou a olhar para a rua. Não é can­saço, sabes? Não é can­saço. É uma es­pécie de ap­neia. Tenho a im­pressão de que se res­pirar, morro.”

Para ler:   Insónia