Psicodiscografia: A Private Understanding


Pode­mos socor­rer-nos das já mui­tas entre­vis­tas a Joe Casey, ou pas­sar pelo Genius e con­fi­ar nos con­tri­bu­tos que por lá são escri­tos, na ten­ta­ti­va de desen­crip­tar a letra de A Pri­va­te Unders­tan­ding” dos Pro­to­martyr, e ainda assim ficar­mos com algu­mas dúvi­das. That’s how I bar my door”, diz-nos o autor, após escla­re­cer que tudo o que se pas­sa­rá além dessa porta dei­xou de ser da sua res­pon­sa­bi­li­da­de – Not by my own hand; Nor by my own voice” -, e des­pe­din­do-se o nar­ra­dor outros acto­res tomam o palco.

A Pri­va­te Unders­tan­ding” é, por outro lado, uma daque­las can­ções que bene­fi­ci­am do vídeo. Foi por aí, aliás, que me apai­xo­nei por esta can­ção. O moti­vo para tal é sim­ples e banal: iden­ti­fi­co-me com o per­so­na­gem que ali fala de forma apa­ren­te­men­te des­co­ne­xa acer­ca dos mais dís­pa­res assun­tos a uma audi­ên­cia que com ele pouco mais par­ti­lha do que o espa­ço, rode­an­do-os de refe­rên­ci­as polí­ti­cas, reli­gi­o­sas, filo­só­fi­cas, por entre o fumo do taba­co e o aroma da cer­ve­ja, sen­ta­do numa cadei­ra que mais não faz do que supor­tar o seu enve­lhe­ci­men­to.

É ver­da­de que tudo o que pos­sa­mos dizer tem um sig­ni­fi­ca­do ínti­mo. É o caso da frase She’s just trying to reach you”, incluí­da na letra sem moti­vo apa­ren­te senão o de ter sur­gi­do por acaso na cabe­ça de Casey. Para além da músi­ca em si, é esta ale­a­to­ri­e­da­de apa­ren­te tor­na­da poe­sia que trans­for­ma A Pri­va­te Unders­tan­ding” numa des­sas can­ções que me acom­pa­nham desde que a ouvi pela pri­mei­ra vez. Junte-se-lhe ima­gem e obte­mos este fabu­lo­so vídeo que é já uma das minhas cur­tas metra­gens pre­fe­ri­das dos últi­mos tem­pos.

Arquivo: psicodiscografia

IMPORTANTE:

O semiose.net disponibiliza os seus artigos sob uma licença CC BY-NC-SA 4.0, não obtendo qualquer tipo de lucro com a sua publicação. O artigo presente poderá conter ligações para sites terceiros, conteúdos ou citações provindas de outrem cuja política de partilha seja inexistente ou apresente termos pouco claros. Caso o leitor partilhe este artigo, por favor tenha presente a possibilidade de estar involuntariamente a violar essas condições. No caso de verificar que este artigo viola quaisquer condições da política de direitos do autor original, por favor contacte-me via e-mail, destacando “VIOLAÇÃO DE DIREITOS” no assunto. Mais info em Termos & Condições. Este folheto é meramente explicativo. Em caso de persistência ou agravamento dos sintomas consulte o seu médico. Grato pela visita.

Uma reacção - junte-lhe a sua

  1. Pingback: Livro dos Dias: Aborrecimento @ semiose.net

Este post não terá comentários no blog.