horas

Livro dos Dias: Inconfessável

Almo­ço cedo numa espla­na­da junto à estra­da e, enquan­to tento enten­der como lidar com a mis­tu­ra de fran­go mal assa­do e o fumo do die­sel, os nati­vos olham-me de sos­laio, tal­vez pen­san­do que anda mouro na costa”, enquan­to embor­cam os mar­ti­nis com cer­ve­ja da manhã que já vai longa, e uma famí­lia que mais pare­ce um ran­cho entra no espa­ço, ocu­pan­do tudo e todos e mais o ar que nos falta no calor do meio dia…