All posts filed under ‘qualia

Surpresa 26.09.2018

Ca­­lhou-lhe mal, o salto. De­pois da cor­rida, de­pois da ca­co­fonia en­sur­de­ce­dora do sangue a mar­telar nos ou­vidos, acabou por aterrar aí uns dez cen­tí­me­tros atrás, ou à frente, con­so­ante a po­sição do ob­ser­vador, dez cen­tí­me­tros dis­tante do alvo quero dizer, e, de­vido à ro­tação re­pen­tina do homem na sua di­recção, acabou por ter de lhe es­petar a faca ali na boca […]

Zelota 18.09.2018

É fa­cí­limo, basta apa­­nhar-lhe o jeito, quem olhar dis­trai­da­mente cui­dará que a mão vai traçar o ter­rível cír­culo, mas não, re­pare que não re­matei o mo­vi­mento aqui onde o tinha co­me­çado, passei-lhe ao lado, por dentro, e agora vou con­ti­nuar para baixo até cortar a parte in­fe­rior da curva, afinal o que pa­rece mesmo é a letra Q maiús­cula, nada mais – José Sa­ra­mago,​„Me­mo­rial […]

Anacoreta 17.09.2018

Quem não está com ele, está contra ele. Vo­ci­fera os afo­rismos. Ca­ta­loga as fa­lá­cias. Cor­rige a gra­má­tica. Dita leis. In­sulta com a di­plo­macia do es­cri­tu­rário. E grita Li­ber­dade como a gri­taram todos os di­ta­dores.